Entenda

Não há déficit na previdência

In Capa, Notícias 7 junho, 2017 13:05

O quinto vídeo da web série divulgada pelo site Plataforma Política Social e narrada pelo ator Herson Capri aborda um dos grandes argumentos [falsos] do governo para validar a proposta de desmonte da Previdência Social. Confira

A Seguridade Social assegura um conjunto de direitos sociais universais como proteção à velhice, socorro em situações de desemprego, saúde e assistência social. Ela se baseia em um pacto social e e sua sustentação econômica é assegurada por meio de contribuições. Mas não só.

Está na Constituição de 1988: trabalhadores e empresas contribuem para a Previdência e, para que o governo cumpra sua parte na manutenção do sistema, foram criadas mais duas fontes de arrecadação, a Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL) e a Contribuição para Financiamento da Seguridade Social (Cofins).

Para garantir que o sistema funcione, todas as partes devem fazer sua contribuição; e não é isso que vemos acontecer. Diante desse acordo constitucional para o bem geral, é certo não obrigar as empresas devedoras a quitar seus débitos, por exemplo? 

Estudos da Anfip apontam que os gastos da Seguridade Social são menores que o valor arrecadado pelo conjunto de contribuições, mesmo com o redirecionamento de verbas feito por meio da DRU. Portanto, o sistema do qual a Previdência faz parte é superavitário. Se há verba, onde está o déficit da previdência?

Para a OAB, quem afirma que há rombo na Previdência despreza a Constituição de 1988.

Uma reforma tão excludente, que não tem respaldo constitucional, é justa? 

Assista o vídeo e compartilhe

 

Você também pode ler!

“É nas ruas que a gente pode derrotar as reformas”, afirma Eduardo Mara

Membro da Direção Nacional da Consulta Popular fala sobre Plano Popular de Emergência. Ouça a entrevista Do Brasil de

Read More...

Requião quer referendo para revogar leis aprovadas sem autorização da população

Em participação na 19ª Conferência Nacional dos Bancários, em São Paulo, peemedebista destaca que o Congresso não tem legitimidade

Read More...

Previdência pode ser votada no mês que vem

Governo quer votar, mas oposição diz que não há voto suficientes para aprovar reforma. Da Agência Câmara, no Diário

Read More...

Responda:

Seu endereço de email não será publicado

Mobile Sliding Menu