CTB convoca sua base e intensifica luta em Brasília contra reforma Trabalhista

In Agenda, Destaques 5 junho, 2017 11:44

Com o indicativo de leitura, no Senado, do relatório do PLC 38/2017, da reforma Trabalhista, na próxima terça-feira (6), a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) convoca sua base para intensificar a luta, em Brasília, contra a proposta que pode impor uma das mais perversas mudanças nas leis trabalhistas que vigoram hoje no Brasil.

Da CTB

“Estamos convocando uma vigília a partir de terça-feira (6), no Congresso Nacional. Só conseguiremos barrar o retrocesso com a ampla mobilização de todos os setores da sociedade. Somente com luta conseguiremos preservar os direitos trabalhistas das perversas reformas de Michel Temer”, destacou o presidente da CTB, Adilson Araújo, ao fazer convocação de toda a classe trabalhadora.

Adilson lembra que as reformas trabalhista e previdenciária só potencializam a recessão e a crise que vive o país. “Estamos diante de uma encruzilhada e muito nos preocupa a instabilidade política e econômica. Não serão essas reformas que combaterão a crise no Brasil. É necessário mudar a política econômica, reduzir juros, controlar o câmbio e ampliar os investimentos públicos”, alertou ele.

E emendou: “E Temer não tem nem interesse nem legitimidade para tanto”.

Serviço:

Vigília em defesa dos Direitos Trabalhistas em Brasília

6 de junho – terça-feira

6h da manhã

Ocuparemos o aeroporto de Brasília para denunciar  a proposta de reforma Trabalhista, um verdadeiro abacaxi.

10h da manhã

Concentração na porta do Senado Federal contra a reforma Trabalhista

Mais informações:

Adilson Araújo – presidente nacional da CTB (11) 97475-2068
Raimunda Gomes – secretária de Comunicação da CTB – (11) 99676-8644
Joanne Mota – assessoria de Imprensa e Comunicação da CTB – (11) 98442-9245

 

Você também pode ler!

“É nas ruas que a gente pode derrotar as reformas”, afirma Eduardo Mara

Membro da Direção Nacional da Consulta Popular fala sobre Plano Popular de Emergência. Ouça a entrevista Do Brasil de

Read More...

Requião quer referendo para revogar leis aprovadas sem autorização da população

Em participação na 19ª Conferência Nacional dos Bancários, em São Paulo, peemedebista destaca que o Congresso não tem legitimidade

Read More...

Previdência pode ser votada no mês que vem

Governo quer votar, mas oposição diz que não há voto suficientes para aprovar reforma. Da Agência Câmara, no Diário

Read More...

Responda:

Seu endereço de email não será publicado

Mobile Sliding Menu