O voto dos parlamentares

Associação dos Docentes da UFRJ lança campanha com outdoors no Rio

In Destaques, Notícias 7 abril, 2017 18:41

As entidades dos docentes e dos funcionários da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) lançaram uma criativa e ousada campanha com outdoors, para questionar os deputados do Estado sobre seu voto na “reforma” da Previdência.

“Fomos até às tocas dos lobos”, afirmou a Adurfj em sua página no Facebook. Foram mapeadas as zonas eleitorais em que cada parlamentar foi mais votado e instalados 14 outdoors nos mais variados pontos do Estado, como Nilópolis, Japeri, Campos e Copacabana, no Rio. Em cada outdoor, a foto de um político da região –foram selecionados para a campanha os deputados que não se declararam contra a “reforma”. O impacto é grande.

 

Outdoor com a foto do deputado Simão Sessim, do PP

 

Você também pode ler!

“É nas ruas que a gente pode derrotar as reformas”, afirma Eduardo Mara

Membro da Direção Nacional da Consulta Popular fala sobre Plano Popular de Emergência. Ouça a entrevista Do Brasil de

Read More...

Requião quer referendo para revogar leis aprovadas sem autorização da população

Em participação na 19ª Conferência Nacional dos Bancários, em São Paulo, peemedebista destaca que o Congresso não tem legitimidade

Read More...

Previdência pode ser votada no mês que vem

Governo quer votar, mas oposição diz que não há voto suficientes para aprovar reforma. Da Agência Câmara, no Diário

Read More...

2 commentsOn Associação dos Docentes da UFRJ lança campanha com outdoors no Rio

  • euclides de oliveira pinto neto

    Não adianta ficar fazendo campanhas – esses pilantras estão negociando “emendas parlamentares” fajutas, para colocar no bolso os milhões necessários para a próxima campanha eleitoral, em 2018. Temos que anotar os nomes dos pilantras que aprovarem as modificações nas regras e divulgar na internet o “listão” dos canalhas…

  • São entidades de servidores da UFRJ, docentes e técnico-administrativos, e não servidores e funcionários. Todos são funcionários servidores federais.

Responda:

Seu endereço de email não será publicado

Mobile Sliding Menu